Carta de um calvinista a uma jovem com tentações homossexuais

Esse post trata-se de uma resposta real de uma mensagem real que recebi em meu Facebook nesse ano de 2016. Talvez muitos jovens estejam lutando com esse ou outros pecados e ainda não tem a coragem de buscar ajuda. Que esse texto sirva de incentivo e, além disso, que sirva como uma grande lembrança de que o evangelho e as doutrinas da graça são as nossa verdadeira esperança diante de qualquer pecado.

A mensagem que recebi

“Oi Pedro, te sigo por aqui desde quando te vi no dois dedos de teologia e agora que vi o seu site “pamplona pedro” e li na sua bio que eu poderia te procurar por aqui me sinto mais a vontade de te “encher”… Não sei se vc irá ler essa minha msg, mas não poderia deixar dormir sem antes te escrever. Assim como Paulo tenho um espinho na minha fé, tive 3 relacionamentos homossexuais e todos altamente destrutivos, hoje com um pouco mais de um mês que terminei com a minha ex me vejo perdida e desamparada, sou cristã a quase 10 anos e já falei do meu homossexualismo para o meu Pastor …

Eu amo teologia, já pensei em diversas vezes fazer, mas esse meu espinho na carne me coloca para baixo. Já pensei e ainda penso ás vezes em tirar a minha vida, conheci o Calvinismo bem superficialmente e li pouquíssimas coisas sobre ele, enfatizo isso pq acho que estou predestinada ao inferno, não consigo não ter mais atração por mulheres… Cada vez mais me convenço que não estou salva, que não faço parte da geração eleita e que estou predestinada ao inferno, mas isso é algo que me inquieta e me machuca muito.

Estou vivendo uma fase boa na minha vida, consegui passar na Faculdade e consegui um emprego onde posso pagar as minhas dívidas, mas mesmo assim me pego triste e desamparada, há diversas discussões na minha casa, não tenho vontade de orar e não confio em Deus. Pedro será mesmo que estou destinada ao inferno ? Como o calvinismo aborda isso ? E o mais importante, será que terei uma vida estável e feliz com Cristo ? Será que terei contentamento NELE ? Ou será que sou uma incrédula com curiosidade no Cristianismo ? Preciso de ajuda.”¹

Uma resposta calvinista

Olá Maria² , bom dia. Primeiro gostaria de pedir desculpa pela demora na resposta. Em segundo lugar queria agradecer pela sua coragem e iniciativa de escrever sobre seu pecado e suas lutas. Sei que não deve ser fácil fazer isso e talvez o ambiente da internet ajude nessas situações. Já que você perguntou sobre o calvinismo, gostaria de fazer algumas considerações que acho importantes que você leia. E lembre-se, estou falando do evangelho ao fazer essas considerações.

Em primeiro lugar, como calvinista, creio na total soberania de Deus sobre as nossas vidas. Ele é poderoso para fazer o que quiser e como quiser. Isso significa, entre várias outras coisas, que Deus reina sobre o inferno, a morte, o diabo e o pecado. Creio que não há nenhum pecado em nossas vidas tão forte que Deus não seja capaz de vencer. O amor de Deus e sua graça são soberanos para vencer e perdoar qualquer pecado, desde uma simples mentira infantil até a homossexualidade. Da mesma forma que Deus pode salvar um heterossexual imoral ele pode salvar homossexuais.

Em segundo lugar, como calvinista, creio sim que Deus predestina pessoas ou não para salvação. A eleição é um decreto soberano de Deus feito antes da fundação do mundo. Mas duas coisas precisam ser ditas sobre isso. A primeira é que ele não nos escolhe por causa de nossos atos. A eleição é incondicional, ou seja, não depende de nenhuma condição que ele viu ou não em nós. Portanto, não pense que você não pode ser predestinada a salvação por conta de seus pecados. Se isso fosse verdade, todos nós estaríamos condenados não é mesmo? Deus usa sua misericórdia acima do nossos pecados, e nos escolhe apenas por causa da sua boa vontade. A segunda coisa é que não sabemos quem são os escolhidos de Deus. Só Deus sabe. Ninguém nasce com alguma marca especial ou algo do tipo. Portanto, não cabe a você, nem a mim, dizer quem está condenado ao inferno ou não. Só existe uma maneira de estarmos seguros em nossa salvação: arrependimento verdadeiro e fé verdadeira em Jesus Cristo, ou seja, conversão.

Como calvinista creio que essa conversão também é obra de Deus. Ele chama pessoas irresistivelmente através da pregação do evangelho. O chamado de Deus é mais forte do que o chamado de qualquer pecado. Sua graça é mais poderosa do que qualquer tentação, mesmo a homossexual. Meu conselho para você é que você fique perto do evangelho, leia o evangelho e escute o evangelho. Só por meio dele Deus liberta e salva pecadores. Foi assim que ele fez comigo e oro para que faça com você. Continue indo a igreja para ouvir a pregação e permita ser cuidada por irmãos piedosos.³ 

Por último, quero dizer que não sei se você já se converteu ou não, mas se você tem dúvidas o melhor a fazer é crer e se arrepender. A conversão é exatamente a criação de uma pessoa que encontra seu maior prazer e contentamento em Deus. Deus é bem mais desejável e maravilhoso do que qualquer tipo de relacionamento, hétero ou homo. Minha oração (conte com ela) é que você experimente desse deleite em Deus. Busque pela sua Palavra para isso. Por fim, quero dizer que na conversão Deus nos livrou da condenação do pecado, mas ainda temos uma natureza pecaminosa. Precisaremos lutar ativamente contra nossos pecados, e muitos deles nos tentarão por ainda muito tempo. Conheço algumas pessoas que tiveram práticas homossexuais e que, pela graça de Deus, abandonaram totalmente tais práticas, mas que ainda lutam vez ou outra com tentações. Outras pessoas nem tentações tem mais. Tudo depende do agir de Deus e de como ele quer nos moldar a imagem de Jesus Cristo. Creia nessa Palavra de Deus:

“Portanto, ninguém será declarado justo diante dele baseando-se na obediência à lei, pois é mediante a lei que nos tornamos plenamente conscientes do pecado. Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.” (Romanos 3:20-26)

Deus é soberano e mais poderoso e desejável do que qualquer pecado! Creia. Um abraço!*

_________________________________________________________________

¹Obtive autorização da autora para citar a mensagem. Pequenas partes foram omitidas

²Esse é um nome fictício para preservar a autora da mensagem.

³Um igreja local saudável é o melhor lugar para tratar nosso pecado.

*Essa resposta não foi alterada, apenas algumas correções e um pequeno trecho que foi omitido.

Anúncios

14 Comments

Add yours →

  1. Conheço casos parecidos…
    Acho que isso deve ser visto por nossas igrejas locais a respeito desse cuidado com pessoas que tem esse desafio.

    #oremos

    Curtir

  2. Mesmo diante de uma dificuldade, a pessoa encontrou uma resposta que mudou a direção e o pensar “triste” que tinha. Deus abençoe teu ministério, o nome dELe seja glorificado por sua atenciosidade. Todos nós somos instrumentos de benção nessa terra, desde que sejamos aperfeiçoados nELe que nos ama incondicionalmente. Como falar que ELe é um PAI amoroso e não temos um pequeno, minimo gesto de amor para com o proximo. Gostei por você ter compartilhado meu irmão. Graça e paz.

    Curtir

  3. Olá, Maria, tudo bem? Espero que possa ler esta mensagem.
    Eu sou cristão por um pouco mais de tempo que você. Da mesma forma, luto contra esse pecado em minha vida. Não olhar com desejo pra pessoas do mesmo sexo que eu é um desafio diário. Igualmente com a pornografia: é uma batalha feroz.
    Desde pequeno, sou afligido por dúvidas a respeito de minha salvação. Eu pensava a todo momento que, por sentir esses desejos pecaminosos, não poderia ser um escolhido de Deus. “Como Deus pode aceitar uma pessoa com essas atitudes em seu Reino?” – pensava eu.
    O problema é que nós consideramos essa prática como a mais abominável e não compreendemos profundamente o evangelho. Deus certamente abomina a homossexualidade, mas esse pecado não é superior aos outros. Ele nunca revelou, em sua palavra, que quem sente desejos sexuais por pessoas do mesmo sexo é pior do que uma que fez sexo antes do casamento. TODOS os pecados são abomináveis perante Deus. Nosso caso é o mesmo do que o de um jovem que se sente tentado a olhar para outras mulheres com desejos impuros ou de um homem casado que deseja fazer sexo com mulheres que não sejam a sua. Essas pessoas podem ser salvas, não é assim que você acredita? Da mesma forma são as pessoas que sentem atração por outras do mesmo sexo. Como o Pedro muito bem colocou, Deus é soberano e é maior do que qualquer pecado. Ele venceu a morte. Por isso, ele pode salvar miseráveis pecadores como nós dois, que insistem em ir contra sua soberana vontade. Deus não salvou o Pedro porque ele não tinha desejos homoafetivos ou porque ele tinha bondade no coração. Ele não olha para a nossa aparência, até porque nós somos todos feios. Ele salva simplesmente porque quer. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé, e isso não vem de vós, é dom de Deus. Não de obras, para que ninguém se glorie.” – Efésios 2:8-9.
    Eu não tenho como dizer se você é predestinada por Deus (Ah, sou calvinista desde cedo, hehe), mas digo que você pode ser, sim, mesmo passando por essa situação. São outras coisas que evidenciarão se você é salva ou não, como o arrependimento contínuo dos seus pecados.
    O que eu te recomendo é que ore a Deus peça uma resposta sobre isso. Deus certamente responderá no seu tempo. Tenha paciência!
    Você também deve estar preparada para lutar com isso até o fim de sua vida. Não há dúvidas de que Deus possa eliminar esses desejos pecaminosos, mas pode ser de sua vontade que você tenha que enfrentá-los até a morte. A gente tem que estar preparado pra essas lutas. Nós somos cristãos e sabemos pelo próprio Cristo que passaremos por aflições. Nós vamos lutar até o fim de nossas vidas para não contar mentiras, para não sentirmos inveja, para orarmos mais, para amar o próximo e também para não nos entregarmos à homossexualidade. A arma mais poderosa para obtermos êxito nessa batalha atroz é o evangelho. Apegue-se a ele e conheça cada vez mais o Deus que é maior que a homossexualidade.
    Espero que você fique mais tranquila. Meu conselho é que seja acompanhada por alguém que conheça a palavra de Deus. Procure alguém de confiança que vai poder te dar apoio. Toda vez que se sentir tentada, compartilhe seus desejos com essa pessoa. Quando pecar, confesse a ela também.
    Maria, que Deus te preserve disso e te faça crescer mais e mais. Pedro, mesmo sem te conhecer, louvo a Deus por tua vida e por esse ministério. Obrigado por publicar esse post em teu blog. Isso com certeza vai ajudar muitas pessoas.
    Fiquem com Deus!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Estamos todos sofrendo!
    Somos jovens sem cobertura, não sabemos lhe dar com essas situações… O pecado machuca muito, muito mesmo, mas não temos força pra resistir. Não sei se isso é válido, porque tudo posso naquele que nos fortalece, mas não me sinto fortalecido. Sei la!
    Eu sou fraco, pecador, incapacitado mas eu não quero ser assim.

    Curtir

    • Como escrevi na carta, o evangelho é a nossa esperança. Precisamos estar em contato com ele para que a verdade de Deus faça diferença em nossas vidas. Só o evangelho da graça pode transformar fracos pecadores em pecadores salvos e fortalecidos pela fé.

      Curtir

  5. Salva pela Graça outubro 6, 2016 — 12:09 am

    Maria*, aproveito o espaço dos comentários para te encorajar a não desistir! Sofro com o mesmo mal, desde meus 14 anos sou atormentada por tais desejos. Não cheguei a praticá-los, porém a dor que isso causa é tão grande que por muitas vezes me desesperei. No entanto, você precisa entender que as doutrinas da graça não são algo fatalista, você não precisa passar o resto da vida presa ao pecado. Tenho consciência de que provavelmente lutarei contra isso até meu último dia, porém creio que Deus me preservará em sua Graça. Porém é necessário que aja esforço de nossa parte, Deus nos fortalece e nos guarda do pecado, porém precisamos lutar! O diabo conta aquelas três mentiras: você nunca terá prazer com alguém do outro sexo, você nunca será feliz sem isso, você nunca conseguirá vencer esse desejo. Tudo mentira! Não acredite. Seu corpo foi feito por Deus, é Ele quem sabe como você deve usá-lo, então quando Ele determina relações sexuais apenas entre gêneros diferentes (e dentro do casamento) é porque isso é o melhor para nós! Teremos prazer nisso. Segundo, nossa felicidade deve morar em conhecê-Lo, em sermos salvos por Ele. Terceiro, pela graça de Deus podemos vencer esse e qualquer outro pecado, essa graça é oferecida a qualquer um. Deus nunca permite que soframos tentação maior do que o que podemos suportar. Leia 1 Corintios 10, em especial o versículo 13. Oro para que você não se entregue ao pecado, mas a Deus. Bem como sugiro que busque estar em uma igreja saudável.

    Curtir

  6. Olá, Pedro, tudo bem?
    Gostei muito da sua postagem, principalmente porque demonstrou sua vontade e desejo de ajudar alguém que necessitava, e, embora sendo um dever de cada cristão, muitos não o fazem. Que Deus o abençoe a cada dia.

    Gostaria apenas de ressaltar que embora a resposta foi bem bíblica e tenha falado dos fundamentos da salvação, me preocupa se esta jovem tenha realmente encontrado esperança em Cristo para a correção total do seu pecado. Infelizmente, nem todos entendem como realmente ajudar uma pessoa numa situação aflita e em pecado escravizador como este. É necessário preparo e conhecimento das Escrituras para ajudar e aconselhar uma pessoa nesta situação.
    Entenda, não estou lhe criticando, muito pelo contrário. Estou lhe incentivando a também buscar mais ferramentas que possam te ajudar a ajudar pessoas. Por favor, considere firmemente passar por cursos de aconselhamento bíblico (da ABCB). Com certeza, vão te dar diretrizes para como aconselhar jovens como Maria.

    Analiso que sua resposta foi realmente muito construtiva, mas deveria ter apresentado uma esperança a mais para Maria. Em 1 Coríntios 6: 9 a 11 diz: “Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
    nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus”. Creio que tais palavras consolariam Maria e daria esperança que, assim como FORAM alguns dos da igreja de Corinto, (observa-se no versículo 9, “efeminados” e “sodomitas”, duas palavras que descrevem homossexuais, praticantes e não-praticantes), Maria também poderia deixar este pecado de uma vez por todas, “como FOSTES alguns de vós”.

    Sei que com certeza, você já está fazendo algo a respeito de Maria, e incentivaria a continuar a aconselhando e a acompanhando. Rogo que Deus transforme a vida de Maria e a ajude a vencer este pecado escravizador. Não posso ter certeza de sua salvação, mas ela é garantida por DEUS, independentemente de como ela se sinta, principalmente se sente remorso e culpa em relação ao seu pecado.

    Abraços, no Senor

    Curtir

  7. Parabéns ao autor do Blog primeiro vez que vejo um Calvinista falando algo como Calvinista, isso é muito difícil de se encontrar.
    Pobre Maria só faltou falar pra ela que cada pecado foi predestinado pelo “deus” Calvinista que fatalisticamente manipula as pessoas para o pecado levando essas pessoas que não conseguem perseverar por consequência ao inferno, predestinando ao inferno essas pessoas.

    Curtir

  8. Daiane dos S. Freitas fevereiro 9, 2017 — 8:28 am

    Esse texto veio em boa hora para mim. Uma pessoa bem próxima com apenas 15 anos se assumiu homossexual, e esse texto veio para me mostrar qual caminho a seguir em relação a ele : “não há nenhum pecado em nossas vidas tão forte que Deus não seja capaz de vencer ” . Estarei mostrando para ele esse artigo. Muito obrigada. E parabéns pela maneira que abordou esse assunto.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s