A Meninização e Feminilização do Homem Cristão

Falta homem na igreja? Não. Faltam homens que se comportem como homens? Sim. Sobram meninos. E permitam-me dizer: faltam homens com postura masculina, tanto no agir, como na aparência. Isso é um problema? Com certeza. E qual o estado desse problema? Grave! Infelizmente estamos criando uma geração de jovens cristãos meninos e femininos. Meninos pelo comportamento, pela falta de compromisso, de seriedade e de posicionamento diante de Deus e da comunidade. Femininos pelo modo de vestir, se expressar e comportar diante de Deus e da comunidade.

Qual o problema?*

A igreja precisa de homens, e muito. De mulheres também, mas primordialmente de homens**. Nós fomos chamados a exercer o papel de liderança, de ensino, de defesa, de posicionamento, direcionamento e de exemplo para as gerações mais novas. A igreja precisa contribuir para a formação de homens de verdade. O problema é que muitas estão contribuindo para a formação de meninos. Muitas estão contribuindo para a feminilização dos jovens. Meninos não lideram, não se posicionam e nem direcionam da maneira correta. A igreja não se sente segura. As ovelhas, principalmente mulheres e crianças, não depositarão confiança em homens que transpiram feminilidade. Uma igreja não é saudável quando seus homens não são homens de verdade. Não estou falando de homossexualidade, mas da falta de postura de um verdadeiro homem de Deus. A igreja não pode estar nas mãos de meninos.

Quais são as causas?

A igreja é a culpada, claro. Não todas, lógico. Como? Produzindo entretenimento em vez de alimento sólido. Entretenimento produz meninos, exposição séria da Palavra produz homens. Não defenderei nem o equilíbrio entre eles, pois é preciso bem mais exposição da Palavra do que entretenimento. Quando as brincadeiras, palhaçadas, gincanas, festas e shows ganham destaque no agir da igreja a meninização se destaca nos jovens. E o que falar da feminização? Homens crescem em masculinidade com outros homens. É comum ver igrejas e jovens que têm seus exemplos de fé somente ou principalmente em mulheres. Muitos deles constroem seus referenciais em cantoras gospel ou pastoras famosas. Muitos são incentivados a dançar como mulheres. Muitos são influenciados por pastores meninos a se vestirem com traços femininos. A falta de homens causa mais falta de homens. O produto do entretenimento é a meninização. A falta de referencial é a causa da feminilização.

Quais são as consequências?

Quando meninos lideram eles produzem mais meninos. Quando meninos lideram eles não se tornam referenciais sérios de masculinidade. Quando meninos lideram a juventude cristã definha. A igreja perde sua força de sal e luz e vira uma cópia maquiada do mundo. Os jovens perdem o interesse pela Escritura, discipulado, evangelismo verdadeiro e santidade. Líderes produzidos pelo entretenimento gospel produzem dependentes de entretenimento gospel. E tudo isso colabora para a feminilização dos jovens. Fico triste de visitar congressos e shows onde grande parte dos jovens homens não se vestem, falam e agem como homens. Preconceito? Não, preocupação. Roupas não querem dizer muita coisa, mas elas nunca estão sozinhas, na maioria das vezes apenas refletem o comportamento de meninos gospelmente mimados. Esses serão os próximos líderes, e se assim continuar, nossa igreja sofrerá nas mãos de uma geração de homens mais interessada em brincar de igreja do que sofrer por ela.

O produto do entretenimento é a meninização. A falta de referencial é a causa da feminilização.

O que devemos fazer?

Líderes, principalmente de jovens, precisam tomar uma atitude. Aqueles que já desempenham uma liderança verdadeiramente masculina e compromissada com a Palavra devem continuar firmes, mesmo quando as tentações da moda e entretenimento baterem na porta. Esse líderes devem incentivar o crescimento espiritual e a maturidade nos jovens, escolhendo bem aqueles que liderarão outros e as futuras lideranças. Aqueles que insistem no entretenimento, nas modinhas e brincadeira devem dar mais atenção a Palavra. Em alguns casos até acabar de vez com qualquer aspecto dessa onda de brincadeiras e loucuras eclesiásticas. Os influentes devem começar a viver como homens de verdade, não meninos. Devemos ensinar sim, que homens possuem traços e comportamento de homem. Até brincar devemos brincar como homens. Palhaçada demais pode significar Bíblia de menos. Fico triste em ver igrejas que em todas as programações algo diferente, engraçado ou holywoodiano precisa acontecer. Fico triste ao ver líderes incentivando a meninice. Voltemos a suficiência das Escrituras. Resgatemos a seriedade que é ser um homem de Deus.

_________________________________________________________________

*Esse problema é apenas uma das consequências de um problema maior, principalmente entre os jovens. Para entender mais leia o e-Book que escrevi sobre a “cultura hillsonguiana”: Chega de Palcos e Holofotes! (Clique para fazer o download)

** Escrevi um artigo completo sobre a questão da liderança ordenada exclusiva masculina e a relação com a definição de machismo pelo movimento feminista. Leia: Não Feminista, a Bíblia Não é Machista!

Anúncios

64 Comments

Add yours →

  1. Incrivel que em pleno seculo XXI, ainda exista gentr assim como voce. Afinal, voce tem um rosto feminino, o que difere em vce e essa barba. O Cristianismo foi criticad no inicio, por causa da celebracao da ceia, os irmaos foram acusados de canibalismo. Os irmaos eram chamados de homossexuais e de adulteros, porque falavam de amor e saudabam-se com o osculo. Joao estava recostado ao peito de Jesus, o que para muitos da epoca, isso era absurdo. Irmao, voce nem sabe do que esta falando. Cuide da sua vida e deixe os outros, servirem a Deus em paz.

    Curtir

    • Vc realmente não entendeu o texto, leia de novo, ou então não, deixa pra lá, pq tenho certeza que você não vai entender mesmo não.

      Curtir

      • O problema dá pessoal responder errado é,porque ela não leu o texto corretamente e,achou no pouco que leu os erros que anda praticando,bom texto, concordo plenamente,muita meninice dentro das igrejas e, se for pra vivermos assim que voltemos ao antigo e velho cristianismo,pois isso que pregam e ensinam dentro das Igrejas atuais, não e postura do homem que Paulo falou e sim ,meninices!

        Curtir

  2. otimo artigo continue assim irmão

    Curtir

  3. eu infelizmente concordo que tem muitos meninos nas igrejas. todas. Há que se pensar sobre isso, admitir e corrigir.

    Curtir

  4. Haaa, isso é sério? Culpa da igreja? Oi?
    Aí velho, vontade de xingar o que escreveu isso…
    As vezes fico pensando como pode alguém ainda pensar dessa forma..

    Curtir

    • o escritor, ele não generaliza a igreja, mas se formos em muitas igrejas amigo, vamos ver lideres( meninos ) que ensinam jovem a pular e gritar. falo por experiencia própria, foi em um culto jovem, onde parecia uma balada, tudo escuro e não tinha nada de diferente, ops.. tinha sim a letra da musica, coloca o nome de Jesus, fora isso, estava me sentindo em uma balada. onde fica a adoração nisso ?
      “igrejas” tem culpa sim! não todas.

      Curtir

    • Olha ai o fruto, mal consegue ouvir uma opinião contraria a sua e já parte para a ofensa à integridade da pessoa.

      Curtir

    • Creio que a Igreja de Cristo é coisa seria. Jesus pagou o preço do Seu sangue por ela. Tem muitos que perderam este entendimento. E lugar de conversão e quebrantamento….

      Curtir

    • Eu também não entendo. Por isso que vemos tanta coisa errada dentro das igrejas, seja pastores se divorciando e casando com fiéis que deveriam estar pastoreando, vemos grupos inteiros de louvor passando fds em bares, corrupção, sexismo, machismo, homofobia e mais um monte de coisas erradas. Não percebem que esse discurso estimula o ódio e só afastam aqueles que precisam e gostariam de estar congregando. Enquanto não forem capazes de se livrar do julgo e praticar o verdadeiro amor, minimamente próximo ao que lemos ja Bíblia, a igreja irá de mal a pior.

      Curtir

    • Só em tuas palavras, já demonstrasse que sois um menino !!!! Homens de verdade e de postura madura , não pensam assim!!!!! Cresça no conhecimento e na palavra.

      Curtir

    • Tenha paciência e analise direito o artigo. Creio que o que ele quis dizer, foi a negligência à respeito desse posicionamento. E assim como ele mesmo citou, obviamente que não são todas. Acredito que esse artigo é muito verdadeiro, eu lidero jovens e realmente é um desafio presente em nossos dias.

      Deus abençoe, excelente artigo.

      Curtir

    • O que o autor do artigo falou de anormal?
      Estamos vivendo uma era de Evangelho superficial sim, de modinhas sim, e de meninice e trejeitos e vestimentas que não condizem com um servo de Deus autêntico.
      Concordo com tudo do artigo.
      O autor foi bem enfático, ele não generalizou.
      E quando alguém que tem vontade de xingar quem escreveu o artigo… já me mostrou o grau de comprometimento cristão e esclarecimento à luz da Palavra do Senhor do que é o verdadeiro Evangelho de Cristo

      Curtir

    • Sua atitude de menino mal criado é a confirmação da veracidade das palavras do autor do texto!

      Curtir

  5. Bem o que tá acontecendo hoje em nossas igrejas ou em qualquer uma os que estiverem a luz da palavra serão despertados assim como o escritor foi Deus continue a abençoar

    Curtir

  6. Quando era mais jovem e solteira tomei pavor dos rapazes da igreja. Exatamente todos os que diziam desejar seguir um ministério era por uma incontestável preguiça de estudar. A galera do ” fundão da sala de aula” fica “espiritual ” no momento de prestar vestibular. Sem falar que esses rapazes ainda faziam o maior sucesso entre as moças da igreja – era o que tinha! Gente frouxa que se esconde atrás da bíblia pra não enfrentar a vida com esforço. Eu observava tudo isso enojada e pedia ao Senhor que não me desse um marido assim. ..Garoros falavam mal, desconheciam política e econômia, tudo “em nome do Senhor “. Eu me enamorei e namorei por muitos anos um não crente. Eu o admirava. Deus permitiu que com os anos ele me decepcionasse, por outros motivos. Terminamos e então eu estava decidida a seguir sozinha porque jamais conseguiria amar um santíssimo songo mongo. E então o Semhor me trouxe uma pérola… o cara mais politizado, bilingue, rotaryano e crente caíu do céu bem na minha frente. No próximo mês completaremos 3 anos de casados. Escrevo isso aqui porque vejo as moças tentando fazer vistas grosaas à má ” qualidade ” do homens ditos de Deus e tentando acreditar que se os aceitarem Deus os transformará em príncipes por causa do seu ” passo de fé “. Minhas irmãs amandas, não dimunuam em função de quem pensa pequeno. Olhai para as coisas do alto! O mais, o Senhor fará.

    Curtir

  7. E o problema vai mais alem, ao perceber que as organizaçoes femininas sao mais atuantes que as masculinas, que maes de familia assumem a liderança do lar, que efetivamente o homem se ausentou, esta omisso, abdicou de seu papel como sacerdote da familia …

    Curtir

  8. Perfeita análise dos nossos dias. O que tem acontecido com estas posturas é a falta de compromisso com Deus por parte das lideranças.

    Curtir

  9. Esse sistema é uma fábrica de retardados

    Curtir

  10. Marco Antônio da Silva novembro 19, 2016 — 1:29 pm

    Concordo plenamente, temos vivido tempos estranhos, onde mulheres estão sendo mais máculas que homens e homens mais femininos que mulheres e o pior de tudo é que este fenômeno está se apoderando de alguns púlpitos, influenciando toda uma geração.

    Curtir

  11. Boa tarde, para entender melhor o que você escreveu, gostaria que você especifica-se qual foi o referência de menino e menina que você utilizou. Acho que ficaria mais claro o texto, ficou confuso você não definir o que é homem (características e comportamento) e o que é mulher (características e comportamento). Aguardo o retorno. Att.

    Curtir

  12. Parabéns pela coerência, percepção e identificação com a problemática das igrejas cristãs de uma forma geral.
    Os púlpitos estão virando palcos, os ministradores da palavra estão virando artistas e a menbresia cada vez mais está a procura de espetáculos.
    Tem se perdido o interesse pelo encontro pessoal com Deus e o Espírito Santo.
    Que Deus continue lhe iluminando para que continues a admoestar os líderes das igreja sobre estes assuntos.

    Curtir

  13. Manoel Soares Filho novembro 19, 2016 — 3:02 pm

    Realmente, a Igreja do Senhor precisa urgentemente de se desvincular dos holofotes e das atitudes não bem marcadas quanto a diferenciação comportamental entre homens e mulheres . A tendência andrógina da sociedade atual não condiz de forma alguma com o “Corpo de Cristo”.

    Curtir

  14. Oi??Culpa só dá igreja?Pra que homens não amadureçam o esperado e se comportam como meninos na maioria das vezes a ligação está desde de a infância a formação e educação familiar que casa menino teve.Isso só tá refletindo o que vivemos em sociedade,homens extremamente mimados pelos pais e vazios de caráter.Agora,tb não tem nada a ver esse negócio de roupa heim.Até exageros tem limites.Nao concordo totalmente com o texto,mas é uma leitura proveitosa.

    Curtir

  15. Acho que em diversos momentos você se equivocou. “A igreja precisa de homens, e muito. De mulheres também, mas primordialmente de homens ” porque primordialmente de homens? Por acaso em algum momento da Bíblia Jesus fala que o homem é mais importante que a mulher? Todos somos iguais diante de Deus, tanto o homem quanto a mulher são extremamente necessários na obra. “Muitos deles constroem seus referenciais em cantoras gospel ou pastoras famosas”, eu particularmente não vejo nada de errado em ter uma referência feminina, isso não vai fazer do homem “menos homem”, a mesma unção que está em um pastor está também em uma pastora .

    Outra coisa, Deus usa as coisas consideradas por muitos loucas para alcançar vidas, não vejo necessidade de sermos aqueles cristãos chatos, que não sabem brincar ou são aversos a tudo, concordo que tem que haver mais busca e menos “eu”, mas taxar tudo de escândalo é um grande erro. O que está faltando dentro das igrejas é o amor, criticam a roupa, o cabelo, as tatuagens, mas em nenhum momento estendem as mãos para ajudar o oprimido, o abatido. Não somos seres superiores só por sermos cristãos, pelo contrário, todos somos pecadores carecemos muito de Jesus e menos de julgamentos.

    Curtir

    • A lideranças principal da igrejas cabe aos homens (Timóteo e Tito). Eles foram colocados por Deus para serem líderes e referenciais. Não é questão de importância, mas de função.

      Curtir

      • MUITO BOM MESMO.
        ESSA GERAÇÃO PÓS MODERNA ESTA CHEIA DE CONCEITOS ERRADOS E TÃO PERDIDA EM SUAS IDEIAS QUE MUITA GENTE NÃO SABE MAIS O QUE REALMENTE É.

        Curtir

      • Cabe aos homens, mas nem por isso eles tem prioridade, e são, prioritariamente necessários antes do que mulheres, tanto homens quanto mulheres são igualmente amados por Deus, igualmente importantes e ambos possuem a graça de serem imagem e semelhança de Deus, não vejo por que dizer que homens são primordiais e jogar mulheres para escanteio. Isso está me cheirando outra coisa, mas deixa para lá cada um no seu quadrado, quem sabe um dia Deus faz uma obra em sua vida.

        Curtir

  16. O hábito não faz o monge, como dizem. O que importa que um frequentador de igreja esteja vestido de terno, com um ar sério e compenetrado e, fora dali se comporte como um canalha? Os noticiários estão cheios de “cristãos” que fazem um discurso moralista e usam o nome de Deus em vão (vide Eduardo Cunha. Garotinho e Marcos Feliciano, entre outros). O proprio Jesus como descreve Mateus não tinha paciência com hipócritas, gente de discurso moraliizador, preconceituoso, com postura de “santo” que, por baixo dos panos é desleal, adúltero, corrupto, entre outros adjetivos ( por fora sepulcro caiado, por dentro podridão).!” Hipócrita” é o adjetivo que Jesus mais pronuncia em Mateus! Não importa a vestimenta ou o excesso de alegria. Isso não determina o cristão. O que o determina são suas atitudes diante de Deus. Ninguém é santo porque frequenta uma igreja ou comanda uma igreja! Bom só Deus, já dizia Jesus!

    Curtir

  17. A roupa não faz o monge. Não é a roupa e a alegria que determinam se uma pessoa é cristã ou não. Existem muitos” cristãos” que na igreja passam uma imagem séria, sisuda e adoram fazer discursos moralizadores. Fora da igreja, no entanto, esses hipócritas são adúlteros, corruptos e tudo o que condenam nos seus semelhantes( vide Eduardo Cunha, Garotinho, Feliciano).Que importa a roupa? Ninguém é perfeito e nem santo neste mundo, nem os que comandam igrejas. Jesus descreve muito bem esses falsos moralistas em Mateus. Hopócritas, é como Ele os chama! “POr fora sepulcros caiados, por dentro podridão”; O que importa é o que temos no coração. E quem sonda o nosso coração é Deus. E ponto!

    Curtir

  18. A roupa faz o monge.?Não é a roupa e a alegria que determinam se uma pessoa é cristã ou não. Existem muitos” cristãos” que na igreja passam uma imagem séria, sisuda e adoram fazer discursos moralizadores. Fora da igreja, no entanto, esses hipócritas são adúlteros, corruptos e tudo o que condenam nos seus semelhantes( vide Eduardo Cunha, Garotinho, Feliciano).Que importa a roupa? Ninguém é perfeito e nem santo neste mundo, nem os que comandam igrejas. Jesus descreve muito bem esses falsos moralistas em Mateus. Hopócritas, é como Ele os chama! “POr fora sepulcros caiados, por dentro podridão”; O que importa é o que temos no coração. E quem sonda o nosso coração é Deus. E ponto!

    Curtir

  19. uma parte da falta de interesse no discipulado pela juventude, não somente pelos jovens veteranos da congregação mais pelas outras faixas etárias também e principalmente pelos jovens, é de não dar muito atenção ao novos convertidos não importando a idade do recém chegado, não generalizo todos, alguns ainda conseguem se aproximar, mas por parte de algumas vezes serem jovens não conversando com outros jovens é bem difícil o novo convertido se sentir muito a vontade ou motivado num ambiente nada hospitaleiro.

    Curtir

  20. “40% das mulheres que sofrem violência doméstica são evangélicas, diz pesquisa recente.
    muitas das vítimas dizem sentirem-se coagidas por seus líderes religiosos a não denunciarem seus maridos.
    Essa é a Igreja que forma homens!!
    https://noticias.gospelmais.com.br/40-mulheres-sofrem-violencia-domestica-evangelicas-86697.html

    Curtir

  21. O autor não foi muito feliz na colocação de seu pensamento. Afinal de contas, você quis falar da meninice nas igrejas ou do homossexualismo?
    O autor misturou as coisas. Meninice é o comportamento “infantil” com as coisas de Deus e homossexualismo é o desvio comportamental da natureza (de um homem ou de uma mulher) que Deus criou.

    Curtir

  22. Muito pertinente esta palavra!!!!

    Curtir

  23. Se eu tivesse duvida sobre o texto, alguém ai já se posicionou como menino.um bom exemplo para o texto. Kkkkk.

    Curtir

  24. O que eh ser um líder homem? Alguém que pregue o ódio em nome de Deus igual o maçom Silas Malafaia? Será que aquele que assume as suas duvidas e as suas vulnerabilidades e se entrega a Deus para obter direção eh menos homem do que aquele que vive um personagem de firmeza e liderança, mas confunde o próprio ego com a voz de Deus? Será que o próprio Jesus se encaixa nesse estereótipo de homem que criou? Talvez estejas confundindo que o guerreiro de Deus deva se portar e se apresentar como um herói de filme de ação, mas se estamos falando do mundo espiritual um herói vitorioso e confiante no senhor eh justamente um homem de semblante tranquilo, com braços abertos para consolar o choro de outros homens e mulheres que estejam doentes espiritualmente e precisem de alimento para a alma. Isso não tem nada a ver com os papéis antiquados de masculinidade que a nossa sociedade material exige. Vamos nos focar em quem nos somos espiritualmente, e não em como nos apresentamos diante dos juízes do mundo.

    Curtir

  25. Curioso é que o que a maioria das pessoas querem é esperam, nada mais, nada menos é que um homem se comporte como homem.
    Como serão homens com líderes que não o são?
    Voltemos para a Bíblia, nossa ÚNICA REGRA DE FÉ E PRÁTICA

    Curtir

  26. meu deus que nojo

    Curtir

  27. Para entender o que o autor escreveu precisa ser homem, dentro do contexto do que foi escrito. Pena que boa parcela de crentes, “frequentadores de igrejas” só queiram saber de colo e consolo. Ser carregado, por causa das suas fragilidades. Não crescem nunca, por causa de lideres, referências, conteúdos bíblicos (se é que recebem algum) rasos. Tá cheio de gente conformada “amoldada” com o mundo. Por isso a necessidade de líderes e referências que sejam homem. É…. tá bravo!!!!

    Curtir

  28. Na minha vivência pastoral tenho sentido e sido acometido por toda essa situação. Análise em cima, apesar de alguns ponto achar ter um teor conservador.

    Curtir

  29. Realmente assustador esse relato. Estou afastado da igreja há muito e não tinha ideia de que a coisa estava nesse nível. Realmente é preciso reagir.

    Esse quadro tem toda a cara de influência mundana, sobretudo do politicamente correto. A mídia atual é uma fábrica de androginia e ódio à masculinidade, de modo que esse lixo certamente pode estar causando estragos nos lares cristãos e se disseminando pela igreja.

    Eu ainda peguei a época da igreja tradicional, época em que evangélico era chamado de “crente”. Tinha que ser muito homem nessa época. Mas havia uma disciplina muito forte, os pastores se preocuoavam muito com a influência da mídia. Pelo que o texto diz, parece estar faltando essa disciplina. Ou até mesmo faltando liderança.

    Curtir

  30. Pedro, fui instigado a ler seu texto devido ao título que me chamou a atenção. Você foi corajoso em expor essa opinião polêmica e que naturalmente te confronta com ideias contrárias. Mas sinto falta de referenciais teóricos tanto da área de psicologia (comportamento) quanto da área teológica (escrituras) que sustentem seus argumentos. Sem eles, sua análise não passa de achismo embora sua intenção seja boa.

    Além disso, é preciso ter cuidado para não responsabilizar apenas a igreja cristã como responsável por transformar esse tipo de homem/menino que vc descreveu. A igreja não é a única responsável por formar um homem. Na verdade, nós homens ou mulheres somos frutos da educação que recebemos de nossa família, da escola que frequentamos, da cultura e do ambiente em que estamos envolvidos, e, muito mais, na nossa própria liberdade de escolha legitimada pelo próprio Deus que respeita nossa decisão, embora deseje sempre o melhor para nós e nos incentive a escolhermos aquilo que nos torne plenos e para a nossa salvação e vida eterna.

    Como um homem que sofreu muito quando menino por ouvir que tinha gestos e comportamento “afeminados”, de pessoas próximas a mim, te recomendo a ter mais cuidado com seus argumentos e exemplos. Justamente porque se vc talvez não teve uma experiência semelhante, desconheça o impacto disso para o resto da vida. Querendo ou não, seu discurso é praticamente o mesmo espírito que me fez muito mal e com o passar do tempo descobri que não fui o único a sofrer com isso. Há alguns meses li uma notícia que me deixou bastante triste. Um menino com menos de 10 anos não resistiu ao ser espancado pelo pai por “parecer menina”. Ele gostava de lavarl louça e os pais eram separados. Essa notícia foi publicado nos principais veículos do país, e como eu gostaria de que ela fosse falsa. Só trago esse exemplo para vc ter ideia do perigo de alguns pensamentos que defendemos com tanta propriedade e boas intenções.

    Minha experiência me trouxe várias lições, me tornou mais sensível, humano, atento às pessoas sejam elas mulheres, homens ou homossexuais e confesso que se alguém fizesse brincadeira ou um comentário maldoso sobre minha masculinidade hj, confesso que riria muito encarando essa pessoa.

    Até por isso eu me senti encorajado a comentar, nunca costumo comentar nada.

    Resumindo, eu penso que todos nós precisamos aprender com os meninos e com as mulheres. Há características exenciais deles que são úteis para toda a humanidade. Não é por acaso que Jesus disse que “quem não se tornar como um desses pequeninos, não verá o Reino do Céu” . Por falar em Cristo, será que ele não seria julgado por ser dócil, amoroso e sensível demais para um homem judeu de sua época? Será que o perfil de liderança masculina que vc idealiza se assemelha mais com Ele ou com os fariseus que Ele enfrentou e que lhe causaram profunda tristeza e dor? Será que sua preocupação na verdade não se torna mais coerente se adimitirmos o descaso com a palavra de Deus e os riscos que o mundo contemporâneo traz para a pregação do evangelho em uma geração fútil, consumista e com pouco ou nenhum compromisso com sua palavra? Será que a guarda dos 10 (são dez) mandamentos de Deus e o testemunho de Jesus em uma vida que ame e inclua a todos e aceite os méritos da Graça através de Cristo não são caminhos suficientes para solucionarmos os problemas atuais?

    Desculpe me delongar. Gostei de vc alertar sobre os shows e o entretenimento gospel. Acho que eles não são o problema o problema é a experiência cristã ser resumida a apenas isso. Seria algo muito superficial.

    Amigo Pedro, Jesus está voltando. Muito em breve. E ele deseja levar seus meninos para casa.

    Através da

    Curtir

    • Olá, Murilo. Não concordo com a abordagem feita pelo Pedro, mas acho interessante a igreja e líderes religiosos debaterem esse assunto, já que muitas vezes eles acabam oprimindo sem abertura nenhuma para o diálogo. As vozes destoantes podem surgir quando a abertura acontece e fica claro que temos argumentos para discordar, não somos apenas rebeldes querendo confusão.

      O seu comentário me chamou atenção porque essa estigmatização que você sofreu ocorre justamente por causa dos modelos pré concebido do masculino. Indico a leitura do artigo científico A Construção do Masculino: Dominação das Mulheres e Homofobia, de Daniel Welzer­-Lang.

      Que a igreja seja um lugar mais acolhedor e compreensivo!

      Curtir

  31. A nossa sorte é que NÃO é vc que decide o que é um “homem de verdade” e nem o que deve compor a “postura” de um “homem de Deus”. Seu discurso carregado de preconceitos e egocentrismo é o que realmente corrompe a igreja dos dias de hoje. Qualquer pessoa UM POUCO mais esclarecida (e nesse caso posso até dizer cristã) que vc JAMAIS teria um discurso como este, beirando o ódio. Sua “preocupação” de nada adianta se for manifestada dessa maneira, em prol de uma causa própria. Se pode se falar de um “homem de verdade”, este é aquele que internalizou o amor de Deus de tal forma que em vez de perder tempo criticando e segregando os cristãos de uma maneira tão grotesca, se preocupa em rever as suas próprias colocações, além de rever a maneira com que utiliza um veículo de comunicação tão importante (inclusive pro evangelismo) nos dias de hoje. Fique em paz, e oro sempre por pessoas como vc, que infelizmente me deixam triste demais com textos como esses. Mas acredito que o amor de Deus é capaz de transformar! Que assim seja.

    Curtir

  32. Realmente assustador esse relato. Estou afastado da igreja há muito e não tinha ideia que a coisa estava nesse nível. Realmente é preciso reagir.

    Esse quadro tem toda a cara de influência mundana, sobretudo do politicamente correto. A mídia atual é uma fábrica de androginia e ódio à masculinidade, de modo que esse lixo certamente pode estar causando estragos nos lares cristãos e se disseminando pela Igreja.

    Talvez a aproximação de líderes evangélicos com figuras da esquerda tenha colaborando com esse quadro. Essa promiscuidade também abre espaço para o politicamente correto, que é a doutrina do falso moralismo e da imbecilização, ao contrário do evangelho de Jesus Cristo, que é a palavra da verdade e da libertação.

    Eu ainda peguei a época da igreja tradicional, época em que evangélico era chamado de “crente”. Tinha que ser muito homem nessa época. Mas havia uma disciplina muito forte, os pastores se preocupavam muito com a influência da mídia e com a pureza da doutrina. Pelo que o texto diz, parece estar faltando essa disciplina. Ou até mesmo faltando liderança.

    Curtir

  33. Realmente assustador esse relato. Estou afastado da igreja há muito e não tinha ideia que a coisa estava nesse nível. Realmente é preciso reagir.

    Esse quadro tem toda a cara de influência mundana, sobretudo do politicamente correto. A mídia atual é uma fábrica de androginia e ódio à masculinidade, de modo que esse lixo certamente pode estar causando estragos nos lares cristãos e se disseminando pela Igreja.

    Talvez a aproximação de líderes evangélicos com figuras da esquerda tenha colaborando com esse quadro. Essa promiscuidade também abre espaço para o politicamente correto, que é a doutrina do falso moralismo e da imbecilização, ao contrário do evangelho de Jesus Cristo, que é a palavra da verdade e da libertação.

    Eu ainda peguei a época da igreja tradicional, época em que evangélico era chamado de “crente”. Tinha que ser muito homem nessa época. Mas havia uma disciplina muito forte, os pastores se preocupavam muito com a influência da mídia e com a pureza da doutrina. Pelo que o texto diz, parece estar faltando essa disciplina. Ou até mesmo faltando liderança.

    Curtir

  34. Eu nunca li tanta besteira na minha vida!!

    Curtir

  35. Cara este artigo é sensacional!
    Conheço muitos que sofrem desta mal e Ainda estão liderando pessoas.
    Gostei do texto achei coerente e quando alguém vem com este Papo de em pleno século XXI… eu já pre-vejo que está passoa não lê a Bíblia.
    O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão. Só Deus sabe o dia e a hora exatos Mt24:35

    Curtir

  36. Nossa! Muito muito bom. Os líderes das congregações deveriam ler isso. Que o Senhor tenha misericórdia de nós.

    Curtir

  37. DT 12 e DT 18 – Ensina sobre como proceder ao entrar em um ambiente que está corrompido, ao sair do deserto, o povo estava sendo levado para uma terra contaminada com o objetivo de viver em santidade nela. De forma semelhante, a igreja é levada a um lugar contaminado para que possa viver em santidade no mundo, santificando ele como Israel deveria ter feito, assim como Israel falhou a igreja e cada membro faz o mesmo hoje por não dar ouvidos as seguintes passagens:

    —–Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te der, não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações.Deuteronômio 18:9
    —–Guarda-te, que não te enlaces seguindo-as, depois que forem destruídas diante de ti; e que não perguntes acerca dos seus deuses, dizendo: Assim como serviram estas nações os seus deuses, do mesmo modo também farei eu. Assim não farás ao Senhor teu Deus; porque tudo o que é abominável ao Senhor, e que ele odeia, fizeram eles a seus deuses; pois até seus filhos e suas filhas queimaram no fogo aos seus deuses.
    Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás. Deuteronômio 12:30-32

    A igreja, ou liderança ao copiar as práticas do mundo, apenas trazendo uma roupagem “religiosa” está seguindo o mundo, aprendendo a fazer o que eles fazem, semelhante a uma mulher que possui um amante cujo qual ama um bolo de chocolate que ela faz, porém depois de ser pega em adultério e receber perdão do seu marido, pega o mesmo bolo e oferece ao marido dizendo que fez para ele, agora com o nome dele escrito e não com o nome do amante, se agradaria este marido disto?
    Quando a igreja copia as tendências, está se assemelhando as nações e deixando de fazer o que ELE ordenou, muito claro, nada acrescentarás nem diminuirás.
    Muitos explicam que tudo é para “ganhar almas” … “levar o evangelho”… será que Deus precisa de artifícios atrativos? O homem deve tentar fazer o trabalho de Deus? Vejamos algumas passagens:

    —– As minhas ovelhas andaram desgarradas por todos os montes, e por todo o alto outeiro; sim, as minhas ovelhas andaram espalhadas por toda a face da terra, sem haver quem perguntasse por elas, nem quem as buscasse. Ezequiel 34:6
    —– Como o pastor busca o seu rebanho, no dia em que está no meio das suas ovelhas dispersas, assim buscarei as minhas ovelhas; e livrá-las-ei de todos os lugares por onde andam espalhadas, no dia nublado e de escuridão. Ezequiel 34:12
    —– Porque assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu, eu mesmo, procurarei pelas minhas ovelhas, e as buscarei. Ezequiel 34:11
    —– Portanto livrarei as minhas ovelhas, para que não sirvam mais de rapina, e julgarei entre ovelhas e ovelhas. Ezequiel 34:22
    —– Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito. João 10:26
    —– Vós, pois, ó ovelhas minhas, ovelhas do meu pasto; homens sois; porém eu sou o vosso Deus, diz o Senhor DEUS.Ezequiel 34:31
    —– As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; João 10:27
    —– Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá.Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor.
    Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
    Jeremias 31:31-33
    —– Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. João 6:37
    —– Está escrito nos profetas: E serão todos ensinados por Deus. Portanto, todo aquele que do Pai ouviu e aprendeu vem a mim.João 6:45

    Estas passagens são muito claras em dizer quem busca suas ovelhas, quem as chama, que é responsável pela Obra, cabe a nós somente sermos sal e luz, sem acrescentar nem retirar nada do que ELE fez, assim como Paulo fez e tinha conciência que seu esforço era ser um testemunho vivo da destas profecias, mas quem realmente abria a mente das pessoas para lhes dar ouvidos, olhos e coração era Deus como vemos neste exemplo:

    —–E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram.
    —–E uma certa mulher, chamada Lídia, vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e que servia a Deus, nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia.
    Atos 16:13,14

    Outro exemplo:
    —–E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia.Atos 16:6

    Neste, Deus orienta nem pregar a mensagem, porque existem aqueles que não são suas ovelhas, e quando a igreja tenta fazer de tudo para ganhar todos em favor dos que não são ovelhas deixam de alimentar as verdadeiras ovelhas com o verdadeiro alimento, nisto podemos conhecer a verdade como está escrito:

    —–15 E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência.

    —–Ao Senhor dos Exércitos, a ele santificai; e seja ele o vosso temor e seja ele o vosso assombro.
    Então ele vos será por santuário; mas servirá de pedra de tropeço, e rocha de escândalo, às duas casas de Israel; por armadilha e laço aos moradores de Jerusalém.
    E muitos entre eles tropeçarão, e cairão, e serão quebrantados, e enlaçados, e presos.
    Liga o testemunho, sela a lei entre os meus discípulos.
    E esperarei ao Senhor, que esconde o seu rosto da casa de Jacó, e a ele aguardarei.
    Eis-me aqui, com os filhos que me deu o Senhor, por sinais e por maravilhas em Israel, da parte do Senhor dos Exércitos, que habita no monte de Sião.
    Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?
    À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles.
    Isaías 8:13-20
    —–E te humilhou, e te deixou ter fome, e te sustentou com o maná, que tu não conheceste, nem teus pais o conheceram; para te dar a entender que o homem não viverá só de pão, mas de tudo o que sai da boca do Senhor viverá o homem.Deuteronômio 8:3

    Hoje o menos se vê é o ensino sistemático da palavra, uma leitura simples e cronológica da bíblia para que haja conhecimento e entendimento, ciência e sabedoria, hoje, o que menos se estuda são os princípios de vida que são ensinados em toda a escritura, nos tempos de Jesus e seus discípulos, o que mais havia nas igrejas era o ensino das escrituras, Paulo referenciou, dizendo que gostaria de dar-lhes alimento sólido (HB 5 11-12), mas precisavam de leite porque eram negligentes em ouvir.

    O que mais havia nas igrejas era o estudo profundo das escrituras e isso foi deixado de lado, e a maior prova que isto se perdeu está no maior concílio dos discípulos registrados no novo testamento

    —–Por isso julgo que não se deve perturbar aqueles, dentre os gentios, que se convertem a Deus.
    Mas escrever-lhes que se abstenham das contaminações dos ídolos, da fornicação, do que é sufocado e do sangue. Porque Moisés, desde os tempos antigos, tem em cada cidade quem o pregue, e cada sábado é lido nas sinagogas.Atos 15:19-21

    O concílio que foi levado como mensagem de aliança aos que estavam se achegando, era motivado pelo motivo que as pessoas a cada sábado se reuniam para estudar Moisés e os Profetas, isto já estava intríseco na rotina e cultura, o conteúdo dos “cultos” era o estudo de Moisés e os Profetas e não mensagens motivacionais como temos hoje, neste locais se formavam os HOMENS da igreja que hoje não com facilidade.

    Baseado nesta visão que todos os que se achegavam estavam indo para a sinagoga para aprender as escrituras é que Paulo referenciou a famosa frase:

    —–De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.Romanos 10:17

    Deste modo, as pessoas poderiam ouvir a Palavra de Deus, e a partir disto as profecias se cumprem automaticamente pela presença de Deus ao zelar por sua palavra como está escrito:

    —–Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. Isaías 55:11

    Sendo assim, achei por bem comentar que se a igreja buscar a se aproximar no ouvir e praticar a palavra, as grandezas de seu conhecimento formará grandes e fortes homens e será o verdadeiro atrativo planejado por Deus quando entregou sua palavra como está escrito em:

    —– E que nação há tão grande, que tenha estatutos e juízos tão justos como toda esta lei que hoje ponho perante vós? Deuteronômio 4:8
    —– Pois, que nação há tão grande, que tenha deuses tão chegados como o Senhor nosso Deus, todas as vezes que o invocamos? Deuteronômio 4:7

    Curtir

  38. Concordo com vc, Pedro!! Triste mesmo a situação de nossas Igrejas… Faltam referenciais… Pessoas, e no caso do artigo, HOMENS, a quem nossos garotos possam imitar… muitos homens estão “preguiçosos”, omissos, e em muitas famílias, delegando a autoridade, sendo que o Senhor o constituiu como cabeça. Que a misericórdia do Senhor seja sobre nossas famílias, igrejas, nação. O ideal de Deus é perfeito. Nós nos distanciamos!!!

    Curtir

  39. Como é atual o versículo de Romanos 12:2, que diz: “E não vos conformeis com este mundo”!
    Impressionante como PRECISAMOS QUERER ter nosso caráter transformado por Deus, porque o negócio está muito sério nas igrejas, e os “líderes meninos” não percebem isso! O que torna seu rebanho sem nenhuma diferença do mundo!
    O sal se tornou insípido! (Mateus 5:13)
    A luz não incomoda mais as trevas! (João 1:5)
    Os cuidados do mundo sufocam a palavra! (Mateus 13:22)
    Que olhemos para dentro de nós e peçamos ajuda a Deus, porque o inimigo está cirandando com a igreja de Cristo, e ele sabe bem o que perdeu, e vai fazer de tudo para não chegarmos ao lugar de onde ele foi expulso e não voltará mais!
    Que não esqueçamos jamais que estamos aqui só de passagem!! E a Bíblia que o mundo lê é nossa vida!
    “Andemos neste mundo hoje, como se Cristo voltasse amanhã”

    Curtir

  40. Não ficou claro para mim a ligação entre a feminilização e a meninice dos homens. A feminilidade não é causa de imaturidade. Que os caras estão deixando de amadurecer, posso perceber e não ocorre só dentro da igreja. Conheço homens heteros que são delicados, sensíveis e nem por isso deixam de agir com seriedade e “masculinidade”. Não acho que há uma relação entre a feminilização dos homens com o show desastrado da igreja, é falta de maturidade mesmo.

    Curtir

  41. Parabéns pelo texto,
    concordo com seu ponto de vista que é exatamente o que está acontecendo nesses últimos dias.
    Deus continue lhe dando dicernimento e nos fortalecendo para as tribulações que estão por vir.
    Deus seja contigo!

    Curtir

  42. É esse tipo de ‘homem’ que nossa sociedade e também a igreja estão formando para enfrentar os adoradores de Alah. Vide o que vem acontecendo na Europa.
    Triste demais.

    Curtir

  43. Concordo plenamente com o texto e é bem perceptível essa meninizaçao que hoje a igreja tem que enfrentar . Talvez as pessoas nao percebam mas é ridiculo homens que estao na igreja e/ou casados que tomam atitudes tao infantis e nao assumem seu papel de homem dentro de casa e fora. Reflexo de pais que nao sao ensinados/orientados pela igreja sobre como educar o filho, crescem meninos que procuram meninas com ideias do mundo, que obtêm tudo nas maos, nao crescem e nem procuram crescer espiritualmente na palavra e nao demonstram interesse nenhum pelo serviço á igreja.

    Curtir

  44. Excelente artigo! Infelizmente é uma realidade na igreja brasileira que muitos fazem questão de fingir que exista.

    Curtir

  45. Olá, Pedro. Cheguei nesse artigo a partir de um compartilhado na página do João Alexandre de um outro texto seu. Esse artigo me chamou atenção, porém sinto que algumas partes do texto foram pouco exploradas. Um exemplo é a seguinte citação “Líderes produzidos pelo entretenimento gospel produzem dependentes de entretenimento gospel. E tudo isso colabora para a feminilização dos jovens”. Como de fato o entretenimento colabora para a feminilização? Você diz que isso acontece, mas não se dedicar em citar detalhadamente como isso ocorre.

    “Fico triste de visitar congressos e shows onde grande parte dos jovens homens não se vestem, falam e agem como homens”. Já que, inegavelmente, roupas são demarcações culturais (homens na Arábia Saudita não se vestem como os homens no Brasil, nem as roupas que Jesus usava seriam o símbolo de vestimenta máscula no nosso país) e, por isso, elas estão a mercê de transformações e mudanças a longo do tempo, o que você está considerando como roupa de homem?

    “Homens crescem em masculinidade com outros homens”. Concordo com essa afirmação, no entanto acredito que é de extrema importância refletimos como isso ocorre e os possíveis problemas que isso acarreta. A masculinidade ser transmitida de homem para homem por diversas gerações cria uma certa “tradição”, e, como em toda tradição, há lados positivos e negativos nisso. Recomendo o artigo científico “A Construção do Masculino: Dominação das Mulheres e Homofobia”, de Daniel Welzer­-Lang, para a reflexão do tema.

    Em minha opinião o texto se perdeu em alguns momentos, deixou algumas coisas sem serem esclarecidas. Por isso, seria interessante um outro artigo mais aprofundado abordando um pouco mais esses pontos colocados aqui por você.

    Acho que é extremamente importante abordar esse assunto nas nossas igrejas, o parabenizo por trazer esse tema (embora não concorde com a abordagem conservadora).

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s